05
Mar
08

Avaliação dos Professores

E não é que a fantástica ficha de avaliação que tanta polémica lançou vai na mesma ser analisada em Conselho Pegagógico?

http://dn.sapo.pt/2008/03/04/sociedade/conselho_executivo_leva_ficha_polemi.html

Anúncios

3 Responses to “Avaliação dos Professores”


  1. 1 Ronin
    Março 5, 2008 às 11:14 pm

    Mas então os professores devem ou não ser avaliados?

  2. 2 manguila
    Março 7, 2008 às 11:56 am

    Os professores devem ser avaliados.
    Mas qualquer avaliação deve ser planeada antecipadamente, tanto pelos avaliadores como pelos avaliados, e deve ser justa.
    A introdução desta avaliação a meio de um ano lectivo obriga a que haja a modificações nos projectos educativos das escolas, nos regulamentos internos e nos planos anuais de actividades. Afinal, os objectivos de cada professor têm que ser elaborados com base nestes documentos pois, como deves calcular, eles variam com base no contexto socio-económico e mesmo cultural de cada escola.
    Obriga também a que haja algumas modificações nos horários dos professores titulares que vão avaliar os colegas que, muitas vezes, são em grande número. Afinal, para poderem estar nas aulas dos professores, eles próprios não podem estar em aula.
    É também necessário que as grelhas de observação de aula ou as grelhas de auto-avaliação sejam claras e objectivas.
    A introdução nestas grelhas de itens como a opinião pessoal relativamente às políticas governativas torna-as altamente subjectivas. Se a pessoa que avalia tiver a opinião contrária à do avaliado, se não houver isenção, é provável que a avaliação seja negativa neste campo, não achas?
    Os professores não estão contra a avaliação. Querem apenas é que se analise bem o processo elaborado, que se corrijam as imperfeições e que se adapte à realidade das escolas.

  3. 3 Ronin
    Março 9, 2008 às 11:52 pm

    Cara Manguila

    A minha opinião é a seguinte, sou totalmente a favor da avaliação dos professores, acho que o trabalho desempenhado deve ser avaliado, sujeito a comparações e que a classificação deverá ter uma ponderação significativa no que a progressão na carreira diz respeito.
    Agora também devo dizer que sou frontalmente contra o regime de avaliação que este governo está a impor à educação.
    Nunca poderei concordar com um esquema de avaliação que tem como pontos de avaliação (como diz e muito bem) a concordância ou não com politicas seguidas por este governo, diria mais com este ou com outro qualquer.
    Dentro da sala o professor deve ser livre, e livre significa poder dar a sua opinião, justificando-a é claro mas dando o seu ponto de vista que é para isso que ele é professor, não estando sujeito a qualquer “controleiro” que à sua aula esteja a assistir.
    Referiu-se ainda a outra coisa que acho essencial, que é a realidade de cada escola, será que é justo avaliar pelos mesmos itens um professor que da aulas numa escola in de Lisboa face a outro que dá aulas em Curcujães de Cima?
    Vai-me certamente responder que não. Mas eu pergunto e os alunos são ou não avaliados de igual forma, vivam no 1º ou no 2º caso?
    Não tenho nenhuma solução magica, mas existem pessoas que estão a ser pagas para a encontrar…


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


Desde 19-Maio-2007

Andaram por aqui…

Arrochadas Anteriores

Prémios


Blog Stats

  • 64,795 hits

Ferramentas Internas

Outras Coisas


%d bloggers like this: