Author Archive for

22
Jul
08

Samurai sem amo a quem prestar vassalagem

Finalmente descobri o a origem do nome de código RONIN. Fico surpreendido com o que os meus neurónios conseguem descobrir.

Portugal, e eu próprio é que ainda não descobrimos Joana ou Maddie. Provavelmente estão enterradas nalgum equivoco entre investigações e filmes, disputas de poder e procuras de protagonismo. Se estivesse envolvido provalemente saberia, que tudo é uma chachada, tipicamente portuguesa. Para falar é preciso sair da Policia, pedir a reforma e depois fazer revelações bombásticas que, bem espremidas, nos deixam no vazio, como é costume….Vai uma lambreta? Talvez o favaiito….Não, um porto.

11
Jun
08

Ainda a raça lusitana

Já os vejo ao longe, agigantando-se numa vaga que varre da terra todos os comunistas e esquerdinos em geral. Os camisas azuis. Agora,  Salazar bem que pode dar voltas no caixão. O sonho de Rolão Preto vai finalmente concretizar-se. O carisma do nosso lider da pátria terrena vai permitir um novo movimento social renovador. O nosso fascismo amaricado vai dar lugar a uma nação forte, com um rumo definido e com um fim em mente. O europeu de futebol é mais um dos fenómenos com uso propagandistico usado pelo nosso ministério de controlo e informações. Percebem-se agora claramente as razões que levam até um lider de aspecto rude e austéro a baixar-se a um qualquer miúdo do futebol bem parecido. É tudo politica com uma finalidade concreta. A cadeia Modelo e Continente já se ofereceu para patrocinar os uniformes com a cruz de cristo gravada numa das mangas da camisa azul. Durão Barroso, o ministro da propaganda (o nosso Goebels, mas com nariz menos aquilino) faz-se ver ao lado de Bush com o intuito de se fazer passar por seu amigo, mas o seu objectivo verdadeiro é derruba-lo na primeira fraqueza demonstrada e reclamar a liderança do mundo, como fizemos no tempo dos Descobrimentos. Muitos portugueses residentes na América esperam apenas uma senha para aderir ao movimento, apoiando o Cherne, tipo uma “Grandola Vila Morena”, mas ao contrário!

A mudança de temperatura pode ter efeitos colaterais, como pensamentos como os que relatei mais acima. Acresce a ansiedade face ao jogo contra a Republica Checa. Espero que o meu nacional-socialismo sobreviva até ao fim do jogo. Se perdermos, lá terei que me resignar à posição semi-periferica que temos em todos  os dominios.

11
Jun
08

A raça

Eu bem avisei lá para trás que a extrema direita estava á espreita, oportunista em tempos de crise. União Nacional, por que não? é mais uma ideologia como tantas outras que nos tormam iguais a nós próprios: sempre os mesmos lamexas e medrosos face à inovação, qualquer que ela seja. Viva a Raça Lusitana (seja o que isso for na salgalhada de pretos, brancos, judeus, monhés, chinocas, russos que por cá andam, ao que se deverá juntar a variedade génética que a história foi construindo num passado de cruzamentos étnicos de gente que por cá andou mas não ficou por cá). Portugueses de olhos azuis e cabelo louro é o meu sonho. Tenho apenas uma dúvida: não serão réstias de Vikings ou das invasões francesas. Aqueles soldados de Soult, Junot e Massena eram levados da breca….

Quem quiser fazer parte da raça lusitana mais pura, a estirpe que se segue, deverá contudo realizar um programa de vacinação anti- parolice. Sim, dentro de cada um de nós, por mais esmerada educação que lhe tenha sido dada, tem um parolo que quer emergir, libertar-se de um casulo que não é o seu, mostrando todo o seu explendor de mariposa que abandonou a fase de crisálida. Vejam os fulanos que são mostrados na televisão como os porta-vozes na nossa Nação.

Por questões de higiene rácica, não podemos ter na seleção portuguesa alguns dos pretos e ciganos que vão marcando um golo aqui e acolá. Fora com o Pepe e com o Quaresma. O próprio Ronaldo não é bem português, já que tem origem numa ilha para onde desterrámos, inicialmente, as gentes que consporcavam o território nacional.

Viva Portugal!

03
Jun
08

Eu tenho um sonho

A salvação do país reside agora numa senhora de aspecto austero de nome Manuela Ferreira Leite (magro, claro está!). A classe política portuguesa já nos habituou a soluções que garantem o nosso bem estar. Sonho já com legiões de triciclos a percorrerem o nosso país, campeão em número de kilómetros de estrada por habitante. A nova prática a instituir é já anunciada com o uso crescente de carros tipo Smart ou motoretas a diesel com revestimento a lembrar vagamente um automóvel. A proxima vaga será a dos triciclos, mais económicos, de baixo consumo calórico de combustivel fossil. Estes veiculos são menos propicios a derrapagens e despistes, assegurando uma condução mais segura. Pais e filhos poderão agora em época de férias que se avizinha disfrutar e partilhar emoções, recordações para mais tarde recordar, fazendo gincana uns coms os outros, a lembrar ralis todo o terreno, mas menos poluentes e com mais baixos custos.

01
Abr
08

Dependências

Dependemos do petróleo e de mão-de obra oriental. Estrutura-se em crescendo uma dependência que tem escapado aos analistas da realidade mundial, que tem acompanhado, paradoxalmente, a industrialização e o industrialismo. A dependencia de opiáceos. Neste momento o território europeu é inundado diáriamente com toneladas de heroina produzidas no Afganistão quase acusto zero e vendidas a preço de ouro. Por enquanto Portugal não é um destino de eleição deste bem que circula com requintes de protecção que desafiam qualquer vigilância ou controlo por mais sofisticado que seja. É a ultima preciosidade oriental avidamente consumida por amantes que lhe querem mais do que tudo o que é imaginavel. Não bastava o petróleo, tendo agora que acrescentar uma substância acastanhada obtida a partir de uma papoila muito linda (uma beleza oriental) de seu nome papavarum somniferum.

01
Abr
08

Encurralados

Se assumimos que o capital não tem território e que obedece a lógicas que não se prendem propriamente com o interesse do vulgar dos mortais, mais paradoxal se torna ainda a dependencia que criámos em relação ao oriente. É a mão de obra barata e o petróleo, por exemplo. A europa (pensando num projecto de desenvolvimento europeu) está encurralada entre sugadores que se movimentam no meio de todos impunemento sujeitando tudo à sua vontada e a a relação provavelmente desnecessária com o oriente. A nossa presença, e a negociação dos termos da mesma torna-se completamente desnecessária se nos desvincularmos destas dependencias. É possivel. Tavez não totalmente, mas é possivel. Os hibridos…. um caminho. Fontes de energia não poluentes que não passam pelo biodiesel (poluente). Será possivel que Portugal se sustente com base impostos aplicados a nivel interno nos utilizadores obrigatórios de combustivel fossil? É um sistema de circulação de capital que não gera riqueza com objectivos de desenvolvimento. Auto-financiamo-nos financiando o Estado com os impostos que nos são usurpados. Um Estado cleptocrata que não gera no cidadão a confiança de dar o seu  investimento como bem aplicado.

01
Abr
08

Governança

Caros leitores, aqui vai mais um raciocinio que vos cabe avaliar em termos de nexo e de racionalidade.

A seguir à primeira guerra mundial tivemos a Sociedade das Nações. A seguir à segunda grande guerra mundial criámos a ONU. A estratégia de Lisboa traçou em 2000 o rumo da União Europeia, mais uma organização de governança supranacional (governança porque é uma governação por relação às circunstâncias, orientações no contexto das tensões impostas em termos planetários). Mas o petróleo ….é que continua a ditar tudo, a realidade objectiva na qual os habitantes do planeta constroem as sus existências simbólicas e culturais. Tanta governação e planeamento a nivel mundial, e um pequeno pormenor a estragar (controlar) tudo: o petróleo. Mas que diabo! O petróleo a desgastar muitos e a engastar (engasgar…) muito poucos. Especulação pura, completamente desprovida de nexo ético. Cuidado, porque o desemprego pode atingir niveis que tornem obvia a procura de inimigos visiveis e invisiveis que expliquem o estado das coisas, privadas e públicas. Ainda vamos voltar a ouvir frases como “resta-me a satisfação de ter erradicado completamente o veneno judaico do solo alemão!”. que vos parece?




Desde 19-Maio-2007

Andaram por aqui…

Arrochadas Anteriores

Prémios


Arrochadas Mais Populares

Blog Stats

  • 64,842 hits

Ferramentas Internas

Outras Coisas