Archive for the 'saúde' Category

01
Jul
08

Não Isa, não foi do tempo. Quer dizer, bem vistas as coisas até foi, porque o tempo do meu computador chegou ao fim… e o que o veio substituir temporariamente estava com um pequeno problema com o WordPress. Ou então era o WordPress que estava com um problema comigo, por o ter trocado por este (a nova morada do meu blog.

Depois desta introdução para justificar a minha ausência, e aproveitada para informar que a morada do meu blog deixa de ser esta e passa para aqui (ENTENDERAM?), resta-me falar do que por este país foi acontecendo.

Para não encher, e porque o que foi acontecendo, foi por mim comentado no meu novo blog… falarei sobre hoje, num post à Marcelo Rebelo de Sousa.

SELECÇÃO Não se entende como o seleccionador nacional ainda não está escolhido. Com o apuramento para o mundial de 2010 está à porta, a demora começa a ser exagera. Principalmente porque selecções em situações semelhantes (veja a Itália e a Espanha) já o fizeram…

MINISTRA DA SAÚDE Guarde-se para memórias futuras estas declarações… a ver vamos o que acontece quando estiver constipada… ou ela queria apenas referir-se mesmo às graves?

FUNDAMENTALISMO antitabágico. Só assim se percebe que deixa de ser permitido fumar tabaco nas coffee-shops holandesas… Apenas tabaco, OK?

NEGÓCIO & RELIGIÃO e a preparação para os mesmos, aqui

Já agora… já vos disse que alterei a morada do meu blog pessoal? É esta

🙂

25
Mar
08

(in)acção social?

Alguém me consegue explicar isto, isto e a não influência disto em todo o desenvolvimento?

O papel dum estado social passa, principalmente nestas situações, por possibilitar à família biológica condições para assegurar a educação dos menores. O que aqui se lê, a ser verdade, é simplesmente do mais ridículo que assisti nos últimos tempos. A acreditar na veracidade dos relatórios feitos pelos psicólogos a retirada dos menores da família de acolhimento deveria ser, simplesmente imediata. Aliás, a acreditar nas versões expostas, nunca aqueles menores deveriam ter sido retirados da família biológica.

Falta, contudo, saber o outro lado da história. Verificar a veracidade dos erros dos serviços que são apresentados nas peças jornalísticas, sendo que cada vez mais me irrita a falta de esclarecimentos (ou a lentidão dos mesmos) que nestas situações demoram a surgir por parte dos serviços competentes. É que essa lentidão não se coaduna com as dinâmicas informativas actuais e, a verdade é que quando esses esclarecimentos demoram a surgir, fica sempre a ideia de que a verdade dos factos é a apresentada, independentemente da realidade.

20
Mar
08

Está cá, mas não está cá…

Resumidamente, foi esta a resposta que ontem me deram, quando me desloquei ao Centro de Saúde da minha área de residência com o meu filhote.

Explicando….

Devido a uma constipação, acompanhada de febre e uma tosse forte e rouca, resolvemos ir com o pequerrucho ao Serviço Nacional de Saúde. Sendo que ainda não eram 19 horas, e não tendo consulta marcada, resolvemos deslocar-nos à consulta aberta do Centro de Saúde, visto sabermos que, com a idade dele, não poderia ter aquela hora, entrada directa no Serviço de Urgência da Pediatria do Hospital de Vila Real.

Ao solicitarmos a consulta a resposta da administrativa foi qualquer coisa como: “a Sr.ª Dr.ª está cá, mas está numa reunião e não pode atender agora“. Ou seja, a única médica de serviç, estava numa reunião e teríamos que aguardar cerca de uma hora para saber se poderíamos ser atendidos.

Felizmente, que no SU da Pediatria do Hospital de Vila Real compreenderam a situação e fomos atendidos.

 

Contudo, e embora com um final feliz, não deixa de ser estranho (ou talvez não) esta situação. Como é possível que a única médica disponivel para as consultas abertas estivesse numa reunião? Não daria para ser realizada fora da hora de atendimento da mesma?

A sorte… é que como não encerraram centros de saúde na zona de Vila Real, a demora foi pequena…

11
Fev
08

Faz hoje um ano…

Do referendo da interrupção voluntária da gravidez. Na altura abstive-me, convencido que era opção mais de acordo com minha consciência. Se soubesse o que iria ocorrer a seguir no que toca a medidas do governo, que na altura sobre elas mentiu descaradamente, teria votado NÃO.

Teria votado Não, porque é inconcebível isentar da taxa moderadora quem interrompe voluntariamente sua gravidez, ao passo que são fechados centros de saúde em muitos pontos do país.

Teria votado Não porque acho execrável que se despenalize o aborto, tal qual foi feito por artimanha jurídica, não apenas após as 10 como após 12 e mais semanas de gravidez. Pois aí não se trata de somente uma interrupção de algo inesperado, mas sim de um crime calculado, irresponsável.

Teria votado Não, devido à impossibilidade de médicos e mais agentes de saúde serem impedidos de invocar objecção de consciência para perpetrar aquilo que para eles, pelo menos para aqueles que utilizassem este recurso,  constitui um crime.

Teria votado Não, acima de tudo porque quem defendeu o Sim, em especial o sector ligado ao governo, mentiu vergonhosamente acerca destas e de outras questões.

 Mas, hoje isto até passa despercebido, pois as mentiras são tantas e tão descaradas… Enquanto isso a vida humana cada vez vai valendo menos.

11
Fev
08

IVG – Um Ano Depois…

Há um ano atrás a Interrupção Voluntário da Gravidez foi descriminalizada. Por estes motivos, nessa altura votei sim… hoje, voltaria a fazer o mesmo…
07
Fev
08

Mais um…

Começo a pensar que deveria existir um qualquer protocolo entre a Direcção Geral de Saúde e as “Estradas de Portugal”, passando pelo Registo Civil…
27
Jan
08

“Cenas” dum Sistema de Saúde Universal (ii)




Desde 19-Maio-2007

Andaram por aqui…

Arrochadas Anteriores

Prémios


Arrochadas Mais Populares

Blog Stats

  • 64,770 hits

Ferramentas Internas

Outras Coisas