Archive for the 'sociedade' Category



18
Dez
07

Última Hora

É desta que o VPV tem um ataque…

16
Dez
07

alguma coisa a partir de nada

Antes de mais queria adiantar qualquer coisa sobre o meu nicname. quando se vê filmes do Harry Potter, fica-se com estes nomes na cabeça. É o equivalente aos Nazgull do senhor dos aneis, personagens em metamorfose sempre inacabada, que a partir das cinzas pretendem renascer, qual fenix (em Portugal, fonix).

Deixava convosco uma semente mental, pequenina que pode tornar-se numa Sequoia (acho que têm este nome algumas arvores que chegam a ter 1ooo anos de idade e 100 metros de altura). Cá vai: na interacção face a face com desconhecidos, pouco conhecidos e inconheciveis, procurem activar disposições de construção de estériotipos positivos acerca das reciprocidades que se pretende configurar. As possibilidades são ilimitadas, e variam consoante os osbjectivos. Chamo a esta filosofia «construir alguma coisa a partir de nada». Resulta. E se resulta. O ser humano não tem limites no bom e no mau. Vamos explorar o bom.

 Descobri ao fim de 37 anos de percurso neste planeta que as pessoas emocionalmente só precisam é de um bocadinho de atenção….

16
Dez
07

O Espírito Natalício atingiu o Auge

O Natal, e este período festivo que estamos quase a enfrentar, consegue trazer aspectos fantásticos, mesmo que em formato de spot publicitário numa rádio local.

Rezava desta forma, o final um anúncio de uma casa funerária (e já bastava o anúncio, mas enfim…)

 

“Deseja a todos os clientes, boas festas e um feliz ano novo…” 

14
Dez
07

Petição

Bem sei que a higiene e a salubridade são essenciais em qualquer espaço ao qual o público tenha acesso. Bem sei que tem de haver autoridade e regras definidas quanto à vigilância dos espaços que vendem e servem produtos alimentares.

Daí até à actual ditadura higienista que estamos a viver, em boa parte provinda dos desmandos intromissivos de Bruxelas e executados para lá de qualquer contemplação ou flexibilidade pela “polícia” ASAE, vai um grande passo.

Há negócios de economias familiares que têm vindo a encerrar – fazendo crescer os números do desemprego e diminuindo os da contribuição fiscal – locais que faziam parte da tradição de determinadas regiões que deixaram de existir e toda uma cultura gastronómica e de modo de estar que deste modo vai desaparecendo. Em troca temos cada vez mais uma alimentação “empacotada” numa vida “empacotada” situada em condomínios “empacotados” em edifícios atentatórios a qualquer noção de estética, para onde nos deslocamos “empacotados” no utilitário ou “ensardinhados” nos transportes públicos disponíveis.

Podem acusar-me de saudosista e nostálgico, pois terão alguma razão nessa acusação. Para aqueles que comigo estiverem sintonizados apelo à assinatura desta petição.

Bem hajam!

13
Dez
07

O Tratado de Lisboa

Assinou-se hoje o Tratado Reformador de Lisboa da União Europeia.

Concordo, porque defendo este tratado, que devia ser para os portugueses um motivo de orgulho o mesmo ter sido assinado em Portugal e ter no seu nome, o nome de uma cidade nacional.

Ao ouvir as notícias de manhã, fiquei a saber que, como comemoração deste acto, o metro ia ser gratuito e a entrada em alguns museus também. Pensei: não é mesmo uma má ideia. Vou estacionar o carro, apanho o metro para o emprego, mas antes vou visitar um museu.

 

Contudo, verifiquei que afinal, o metro não era gratuito e que se pagava para entrar nos museus…

 

Voltei para o carro e, em transporte privado, atravessei a ponte do Freixo para Vila Nova de Gaia… É que, afinal, o motivo de orgulho para Portugal é para ser comemorado apenas em Lisboa…




Desde 19-Maio-2007

Andaram por aqui…

Arrochadas Anteriores

Prémios


Blog Stats

  • 65.948 hits

Ferramentas Internas

Outras Coisas